Prefeitura Municipal de Tijucas

(48) 3263-8100

Palestra destaca medidas para proteger o meio ambiente

05/06/2019 12:47

Nesta quarta-feira (05), quando se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, o Dia Nacional da Reciclagem e ainda o Dia da Ecologia, nada mais coerente do que apresentar os dados sobre a poluição dos rios e sobre a ação nociva do ser humano contra o ecossistema.

Os números marcantes foram apresentados num ciclo de palestras realizadas pela Secretaria de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente de Tijucas no auditório da ACIT/CDL, para um público de aproximadamente 100 pessoas, entre alunos da rede municipal de ensino e convidados.

De acordo com as informações divulgadas na primeira palestra do evento, ministrada pela engenheira ambiental e sanitarista da Prefeitura de Tijucas, Letícia Tommasi, cada pessoa produz um quilo de lixo por dia e esse lixo vai parar nos oceanos e rios.

Os participantes ficaram chocados em descobrir que 35 milhões de brasileiros não tem acesso à água tratada, o que equivale a quase cinco vezes o Estado de Santa Catarina, que tem 6.727 milhões de habitantes.

“Os números são alarmantes! 85% dos rios monitorados pela SOS Mata Atlântica não têm boa qualidade de água. Tijucas gasta 3. 444 m3 por dia de água e a capacidade da captação de água na cachoeira da Itinga é de 3.888 m3 de água por dia. É importante alertar a juventude que a água não é um bem inesgotável e pequenas atitudes, como diminuir o tempo de banho, podem fazer a diferença na mudança de condutas já comuns na sociedade”, ressaltou a palestrante Letícia.

Para o menino Vitor de Melo Alexandre, que mora no bairro Nova Descoberta, o evento foi importante. Ele participou ativamente da palestra de Henrique Tormena, técnico de meio ambiente da Transpetro sobre a rede de dutos da Petrobras e a importância da preservação da mata ciliar. O garoto de 10 anos mora perto de onde a tubulação passa e aprendeu como deve proceder, bem como sobre a ação nociva do ser humano de forma geral.

“A gente precisa preservar o meio ambiente, porque não é somente para nós, mas para todo mundo. Quando chegar em casa vou conversar com meus pais sobre o assunto. Na parte que falaram que muitas pessoas jogam esgoto no rio eu fiquei preocupado! As pessoas precisam se tocar e parar de jogar lixo na rua, praia e nos rios”, apelou o aluno da Escola de Ensino Básico Professora Olívia Bastos.

Maus tratos

Um diferencial no evento deste ano foi a participação do veterinário Vicente de Paula Neto, falando sobre os tipos de maus tratos com animais. Para o veterinário o tema foi muito bem escolhido pela organização do evento e destacou que o meio ambiente está totalmente ligado à questão dos maus tratos.

“É muito importante falar sobre proteção animal. Tem tudo a ver com a proteção do ecossistema. Hoje em dia, a quantidade de espécies entrando na categoria de ameaçados de extinção ou extintos devido à ação humana. Infelizmente isso tudo pode ser considerado como maus tratos. Seja por privação de comida e água, pelas mudanças climáticas decorrentes da poluição ou expansão das cidades e também pela caça ilegal de animais silvestres. O ecossistema como um todo deve ser protegido, não apenas a água e a vegetação”, conclui Neto.

Mais fotos aqui.

Texto: Patrícia Ferreira | Fotos Larissa Souza

© 2019. Prefeitura Municipal de Tijucas
- Santa Catarina - Brasil