Prefeitura Municipal de Tijucas

(48) 3263-8100

Secretaria de Agricultura de Tijucas investe na produção do maracujá

14/08/2019 11:40

A Secretaria Municipal de Agricultura de Tijucas, através do Escritório Municipal da Epagri, encerrou na última semana a entrega de 25 mil mudas de maracujá para agricultores familiares de Tijucas. Em 2019, as plantas foram adquiridas de forma coletiva, numa parceria entre a Administração Municipal e produtores rurais, dividindo o valor das mudas igualmente em 50% para cada um.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Epagri, Renato Guardini, o objetivo da mudança de estratégia foi incentivar a valorização e o cooperativismo entre órgão público e agricultores. “Sempre valorizamos algo quando investimos. Agora 25 famílias de produtores de Tijucas podem trabalhar com mudas de excelente qualidade, sabendo a procedência e participando do processo”, conta o engenheiro Renato.

Em Tijucas, o cultivo do maracujá teve início nos anos 1990 e o município já esteve em primeiro lugar na produção da fruta no Estado de Santa Catarina. Com o passar dos anos e com a falta de um produtor de mudas local, houve queda na produção e o posto foi perdido. Hoje, os agricultores vendem a fruta in natura para comerciantes regionais e locais, entre eles: CEASA, redes de supermercados, atravessadores e agroindústrias de polpas, que também são utilizadas na merenda escolar.

Para o secretário de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente, José Leal da Silva Júnior, o objetivo da pasta é que os agricultores assumam novamente a primeira colocação: de maior produtor do Estado. “Estamos apoiando o produtor naquilo que ele mais precisa: conhecimento. Estamos capacitando nossos produtores, com palestras, viagens aos locais de cultivo e também com o subsídio financeiro na compra das mudas”, afirma o secretário Leal.

Viagem à Urussanga

No mês de fevereiro, doze produtores familiares de maracujá de Tijucas, juntamente com representantes da secretaria e da Epagri, fizeram uma visita técnica à Estação Experimental da Epagri de Urussanga (EEUR) e a dois produtores de mudas da fruta.

Os agricultores tiveram a oportunidade de assistir a uma palestra sobre as principais etapas do planejamento da lavoura e sobre o sistema de plantio direto de maracujá, com o intuito de buscar melhores resultados no cultivo e comercialização da fruta. Os participantes também puderam conhecer as estruturas de produção de mudas de maracujá e tiveram a oportunidade de conversar e tirar dúvidas com os pesquisadores da EEUR.

Eles também visitaram dois produtores comerciais de mudas de maracujá (viveiristas) credenciados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), nas cidades de Urussanga e Jacinto Machado para escolher os melhores fornecedores.

“Temos dado o suporte técnico que os produtores precisam e subsidiado a produção para que a atividade se fortaleça cada vez mais. Essa troca de experiências é fundamental para que o nosso agricultor possa melhorar a sua produção, aumentar a produtividade e a qualidade do cultivo”, comenta o secretário Leal.

A qualidade das mudas

Registrada em 2015, as mudas de maracujá azedo, denominada Cultivar SCS 437 CATARINA, são resultado de 20 anos de pesquisa na Estação Experimental da Epagri de Urussanga/SC, em parceria com técnicos, pesquisadores e produtores. Após a visita aos viveiristas de Urussanga, três produtores locais estão investindo em mudas.

“O maracujá de Santa Catarina tem se destacado no mercado nacional, sendo considerado a melhor do Brasil. Utilizando estas mudas, teremos algumas vantagens, como: precocidade na produção, alta produtividade e qualidade superior dos frutos, principalmente quanto ao tamanho, cor da polpa e resistência ao transporte”, conclui o engenheiro Renato.

Mais fotos aqui

Texto: Patrícia Ferreira | Fotos: Agricultura

© 2019. Prefeitura Municipal de Tijucas
- Santa Catarina - Brasil